Acesso Reservado

Entre na sua conta.

(Z1) 2019 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir

Quando os resíduos recicláveis se transformam em apoio à IPSS de Quarteira

Quando os resíduos recicláveis se transformam em apoio à IPSS de Quarteira

Cerca de 14 toneladas de resíduos recicláveis, das quais 7 toneladas de vidro, 5,7 toneladas de cartão e 700 quilos de plástico foram recolhidos durante o Campeonato do Mundo de vela, na classe 420, que decorreu em Vilamoura, em Julho deste ano.

Os recicláveis recolhidos durante os 9 dias do evento, pela empresa ALGAR (Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, S.A.) depois de pesados e ‘mensurados’, deram origem à verba de mil euros, que o Vilamoura Sailing, empresa organizadora da competição em parceria com a Inframoura, fizeram questão de entregar ao Centro de Apoio à Criança de Quarteira.

Foi a primeira vez que um campeonato de vela obteve a distinção de ‘Eco-Evento’ atribuído pela Algar e que se traduziu, entre outras acções, na produção de 250 sacos em tecido reciclado, proveniente de telas, lonas, outdoors e mupis, que funcionaram como eco-pontos (separação de lixo) e que foram colocados nas embarcações dos treinadores. Nestes eco-pontos, todos os velejadores em prova depositaram, diariamente, não só as embalagens recicláveis que iam produzindo como também os recicláveis que fizeram questão de recolher do mar.

Segundo Nuno Reis, Diretor do Vilamoura Sailing, «o objectivo, desde o início, foi reforçar a consciência ecológica dos velejadores e este será um desafio para continuar. O Mundial de 420 foi um evento-teste nesta matéria e ficou provado o seu sucesso. A parceria com a Algar vai-se repetir em todos os nossos eventos e irá também estender-se à actividade do centro de estágios».

A coordenação logística do programa durante o Campeonato do Mundo de 420 esteve a cargo da Inframoura e envolveu também os serviços da Marina de Vilamoura, local onde diariamente a Algar procedeu à recolha dos contentores com os resíduos recicláveis.

Nesta prova as habituais garrafas de plástico também foram substituídas por garrafas de alumínio e os prémios atribuídos foram todos produzidos em cortiça proveniente de sobreiros da região.

A Inframoura continuará a intermediar e a incentivar os eventos que se realizam em Vilamoura a aderirem a estas acções, no sentido de estimular e sensibilizar cada vez mais para a problemática dos resíduos e ao mesmo tempo com os valores angariados poder contribuir com donativos para a melhoria  da qualidade dos serviços prestados pelas IPSS desta freguesia.

Sobre a ALGAR

A Algar - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, S.A., é a entidade responsável, no Algarve, pelo sistema integrado de recolha seletiva, transferência, triagem dos materiais destinados à reciclagem, aproveitamento energético do biogás produzido em aterro sanitário, compostagem de resíduos verdes e o tratamento dos resíduos sólidos urbanos depositados em aterro sanitário, produzidos nos Municípios de Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

 

  • PARTILHAR   

Outros Artigos