Acesso Reservado

Entre na sua conta.

(Z1) 2019 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir

Assaltos e roubos em casas repetem-se em Lagos

Assaltos e roubos em casas repetem-se em Lagos

Já não é novidade a onda de assaltos que fustiga o concelho de Lagos. E também não causa surpresa os repetidos roubos que acontecem na Urbanização Marina Sol, junto à principal entrada da cidade dos descobrimentos.

Está identificada mais de uma dezena de ocorrências, registando-se o recurso ao chamado “pé de cabra”, mas maioritariamente os ladrões entram com particular facilidade nos apartamentos e levam ouro e tudo o que lhes apetece, sem deixar rasto.

A Urbanização Marina Sol é alvo preferencial dos larápios,nesta primeira semana de Abril  mais uma família que chegou a casa e deparou-se com o triste cenário de propriedade invadida, devassada e roubados bens inestimáveis.

As queixas sucedem-se, as autoridades de segurança cumprem os seus deveres, decorrem as inevitáveis investigações, porém, há que tomar outras medidas, relatar testemunhos e colocar algumas questões pertinentes.

Neste contexto, seleccionamos alguns depoimentos e diversas interrogações.

” Os ladrões rondam e estudam os locais ao pormenor para atacar, anotam as horas de saída e entrada das moradias, até registam as profissões, os horários laborais e ainda os horários dos jovens que estudam”.

“ Estes malandros têm ajudas para poderem entrar nos prédios, seja pelos códigos das chaves ou alguém que se infiltra nos prédios ou ainda os apartamentos que aderiram aos novos alojamentos locais.”

Na verdade, fica no ar a suspeição. Desde obras e pinturas, ao aluguer de quartos e obtenção de chaves. Os condóminos vivem constantemente em sobressalto, vendo entrar gente estranha sem poder controlar.

As empresas de condomínios podem ter uma acção preventiva e os moradores devem ser mais zelosos e exigentes.

No caso particular da Marina Sol em apreço, até existem pessoas duvidosas que circulam na zona e levantam desconfianças.

Por isso, é preciso ter atenção redobrada e avisar as autoridades sempre que gente estranha entre em cena.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos